Os mais de 30 mil acessos ao www.reformaeconstrucaodacasa.blogspot.com maximizam o foco na excelência pela informação jornalística de qualidade. Ao optarmos pelo segmento editorial assumimos compromissos como ferramenta imprescindível no empreendedorismo do setor. Dar suporte através de uma comunicação precisa, verídica e direta é responsabilidade e metas desta publicação online. Além dos significativos acessos, opiniões, sugestões ou críticas serão bem-vindas no aperfeiçoamento e consolidação dos objetivos proposto. Sua participação vai estampar a página desta revista como forma de reconhecimento e admiração pelo seu direito de expressão. Comentários através do reformaeconstrucaodacasa@gmail.com

domingo, 5 de janeiro de 2014

Procura-se pintor qualificado.




A demanda por profissionais da construção civil 
aumenta cada vez mais no País e o déficit de mão de obra qualificada é grande. Um dos desafios
é encontrar um pintor imobiliário 
bem preparado.




Não é a toa que a indústria está preocupada com a qualificação da mão de obra em geral e, com o pintor, não é diferente. Hoje o mercado exige qualificação. Foi-se o tempo em que o pintor era a pessoa que perdeu o emprego e partia para um bico ou, simplesmente, abraçava a profissão por acaso. Pintura é trabalho para quem gosta e tem talento, por isso a construção civil está empenhada em criar mecanismos para treinar e qualificar esse profissional tão importante para o setor.



Recentemente foi aprovada a norma técnica brasileira referente a pintores imobiliários, a NBR 15.927, que apresenta definições básicas e requisitos mínimos para o exercício da atividade profissional de pintor. Tanto as construtoras, quanto as demais empresas que integram a cadeia produtiva da construção devem adequar-se a esta norma.



Pintando oportunidades – A Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas, a Abrafati, desde 2009,  possui o programa “Pintor Profissional”. É uma iniciativa que valoriza o pintor. Hoje, já são mais de 15 mil inscritos e passa de 4.400 o número dos que concluíram o treinamento, foram aprovados e receberam a carteirinha de identidade profissional para reconhecimento no mercado. É tudo gratuito e começa com o cadastramento impresso ou diretamente no site www.pintorprofissional.org.br.  O candidato recebe a apostila, estuda em casa e faz a prova. Este é somente o primeiro estágio do programa, vem mais por aí.



Outra iniciativa promissora vem do Serviço Nacional da Indústria, o Senai, com apoio do Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes do Estado de São Paulo, o Sitivesp. O projeto colabora para a qualificação de pintores profissionais por meio de dois cursos já adequados à norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas, a ABNT. Em 2012 foram formados 4.106 pintores de obras e 323 pintores decorativos em 53 escolas Senai distribuídas por todo o território nacional.



O esforço conjunto de indústrias, lojistas, associações de classe e instituições ligadas às empresas para qualificar e valorizar o pintor está avançando. É preciso ser aperfeiçoado constantemente, para que o profissional da pintura saiba trabalhar de modo adequado com um número cada vez maior de novos produtos inovadores, com tecnologias que aumentam seu valor agregado. A mão de obra deve estar preparada para responder às demandas do mercado. Já não basta para fabricantes e lojistas oferecer bons produtos, são indispensáveis os bons pintores para realizar em cada obra o alto desempenho esperado.



Rafael Ferreira,

Gerente de Marketing e Comunicação da Montana Química S.A.

Nenhum comentário:

Postar um comentário