Os mais de 30 mil acessos ao www.reformaeconstrucaodacasa.blogspot.com maximizam o foco na excelência pela informação jornalística de qualidade. Ao optarmos pelo segmento editorial assumimos compromissos como ferramenta imprescindível no empreendedorismo do setor. Dar suporte através de uma comunicação precisa, verídica e direta é responsabilidade e metas desta publicação online. Além dos significativos acessos, opiniões, sugestões ou críticas serão bem-vindas no aperfeiçoamento e consolidação dos objetivos proposto. Sua participação vai estampar a página desta revista como forma de reconhecimento e admiração pelo seu direito de expressão. Comentários através do reformaeconstrucaodacasa@gmail.com

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Termômetro Abramat destaca boas expectativas para o mercado interno de materiais de construção.

O desempenho das vendas em curto prazo no mercado interno de materiais de construção atingiu 56% em agosto, ante ao registrado no mês de julho, onde o índice ficou em 44%. Considerada como positiva pelo setor, a avaliação também apontou que as expectativa para setembro é que a média mantenha-se nesse mesmo parâmetro, com 62% das empresas acreditando na continuidade dos índices. Os dados são do termômetro mensal divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).  

A sondagem aponta também que, a maioria das empresas estão indiferentes quanto às expectativas sobre as ações do Governo para o desenvolvimento do setor a médio prazo. O número cresceu para 71% em agosto ante os 60% obtidos em julho. Com esse aumento do número de indiferentes, os percentuais de otimismo e pessimismo caíram respectivamente para 16% e 13%.

Para o presdiente da Abramat, Walter Cover, "os resultados refletem principalmente a percepção dos empresários quanto ao ritmo na execução das obras das novas concessões em infraestrutura e ao estado geral da economia. O setor aguarda o anuncio da prorrogação da desoneração do IPI, da mesma forma que vem acontecendo nos últimos 5 anos, sem interrupção”.  

Em agosto, 74%, das indústrias de materiais de construção dizem que pretendem investir nos próximos 12 meses. Esse número indica aumento em relação a julho, quando a pretensão de investimento era de 70%. Em igual período do ano passado a pretensão era de 67%. 

O nível atual de Utilização da Capacidade Instalada é de 83% da Capacidade Industrial, 1% superior aos índices verificados no trimestre anterior. 

Fonte: Abramat. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário