Os mais de 30 mil acessos ao www.reformaeconstrucaodacasa.blogspot.com maximizam o foco na excelência pela informação jornalística de qualidade. Ao optarmos pelo segmento editorial assumimos compromissos como ferramenta imprescindível no empreendedorismo do setor. Dar suporte através de uma comunicação precisa, verídica e direta é responsabilidade e metas desta publicação online. Além dos significativos acessos, opiniões, sugestões ou críticas serão bem-vindas no aperfeiçoamento e consolidação dos objetivos proposto. Sua participação vai estampar a página desta revista como forma de reconhecimento e admiração pelo seu direito de expressão. Comentários através do reformaeconstrucaodacasa@gmail.com

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Pesquisa registra queda do setor da construção.

O nível de atividade na indústria da construção civil no país registrou índice de 43 pontos e o indicador de número de empregados com carteira assinada ficou em 43,5 pontos em agosto, confirmando um recuo quanto aos 50 pontos que nivelam as atividades do setor.  Os dados são da Sondagem da Indústria da Construção, divulgados no dia 24 de setembro, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). "As quedas do nível de atividade e do número de empregados tornaram-se mais intensas e disseminadas pelas indústrias do setor", afirma a CNI. Com esse quadro, o nível de utilização da capacidade de operação caiu dois pontos percentuais em relação a agosto e ficou em 67% em agosto.

EXPECTATIVAS - As perspectivas do setor para os próximos seis meses também são negativas. "Todos os indicadores de expectativas mostraram queda em setembro na comparação com agosto", informa a pesquisa. O indicador de expectativa de novos empreendimentos e serviços ficou em 48,5 pontos, o de nível de atividade caiu para 48,4 pontos, e o de número de empregados recuou para 47,7 pontos. Os indicadores de expectativa variam de zero a cem. Abaixo de 50 revelam previsões negativas.

A pesquisa foi feita entre 1º e 10 de setembro com 604 empresas, das quais são 202 pequenas, 257 são médias e 145 são de grande porte. 

SAIBA MAIS - Acesse a 
página da Sondagem Industria da Construção para todos os detalhes da pesquisa.
Fonte: CNI

Nenhum comentário:

Postar um comentário